Obras de revitalização da Osvaldo Aranha e Protásio Alves, em Porto Alegre, começam na segunda

Serão 7 quilômetros de novo asfalto e, para que a obra seja feita, serão necessários bloqueios de meia pista por etapas. (Foto: Joel Vargas/PMPA)

A prefeitura de Porto Alegre vai aproveitar o menor fluxo do período de verão e fazer um amplo trabalho de revitalização do asfalto das avenidas Osvaldo Aranha e Protásio Alves. As obras foram garantidas com recursos da CAF (Corporação Andina de Fomento) que já estão disponíveis e incluem outras vias por onde passa o transporte público. Os trabalhos serão realizados diariamente.
Toda a extensão da Osvaldo Aranha começa a ser revitalizada já na próxima segunda-feira (6), das 7h às 16h. No trecho da Protásio Alves, entre Osvaldo Aranha e Saturnino de Brito, as obras serão das 9h às 21h. Não é possível fazer revitalização asfáltica à noite, em razão da lei do silêncio. Serão 7 quilômetros de novo asfalto e, para que a obra seja feita, serão necessários bloqueios de meia pista por etapas.
As empresas trabalharão em trechos de 1 quilômetro por dia, aproximadamente. As obras começarão pela Osvaldo Aranha, sentido Centro-bairro, entre Sarmento Leite e Setembrina. Ao mesmo tempo, terão início os serviços na Protásio Alves, no sentido contrário, entre a Saturnino de Brito e a Conde da Figueira.
A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) vai acompanhar os bloqueios de trânsito, alertando os condutores. Os tempos dos semáforos serão alterados. Os corredores de ônibus não serão bloqueados. As alternativas para evitar os locais de obras são as avenidas João Pessoa, Independência e Nilo Peçanha.
Duas empresas terceirizadas foram contratadas para as obras. A revitalização do asfalto nas avenidas Osvaldo Aranha e Protásio Alves, até a Carlos Gomes, está sob a responsabilidade da Encopav. Os trabalhos na Protásio, da Carlos Gomes até a Saturnino de Brito serão realizados pela Pelotense. A previsão é concluir todos os trechos da Osvaldo e da Protásio até o dia 18 de março. As datas e prazos podem variar conforme as condições meteorológicas.
Obras de pavimentação
Os trabalhos de revitalização do asfalto incluem dois lotes de avenidas e ruas contemplados pelo contrato de financiamento entre o município e a CAF, assinado em 2016. São 44 quilômetros em 38 trechos de vias.
Estão sendo investidos R$ 29.213.924,73. O secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Elizandro Sabino, explica que os recursos já estão à disposição da prefeitura e só podem ser utilizados nessas obras. “As ruas e avenidas que terão a pavimentação revitalizada foram aprovadas pela CAF e o financiamento é específico para essas obras. São intervenções que vão gerar um transtorno momentâneo, o que é normal, mas que trarão um enorme benefício quando estiverem concluídas. Já estamos divulgando o cronograma para que os moradores se preparem e se organizem durante este período”, disse Sabino.
As vias que terão a pavimentação revitalizada foram escolhidas porque estão com o asfalto desgastado e são as que têm o maior número de demandas da comunidade por obras de revitalização e recuperação do pavimento registradas na prefeitura. Os trabalhos seguirão um cronograma que vai até o mês de agosto, distribuindo as obras de forma a provocar menor impacto e transtornos à mobilidade.
Sinalização
Depois que a revitalização do asfalto tiver sido executada, será feita a sinalização provisória das vias. A pintura definitiva só pode ser realizada 30 dias depois de concluída a pavimentação de cada via, que precisa deste tempo para curar e estar pronta para receber a tinta especial.

Comentários

Comentários

876 Comentários