Ônibus voltam a circular em Guaíba após paralisação

Retomada conta com 40% do efetivo, e atende a um pedido da Justiça do Trabalho. (Foto: Divulgação)

Os ônibus da Expresso Assur, concessionária responsável pela operação do transporte coletivo em Guaíba, voltaram a sair das garagens nesta quarta-feira (13), após dois dias de paralisação.
A retomada dos serviços atende a um pedido da Justiça, que determinou a obrigatoriedade da circulação de 40% da frota em meio à negociação dos rodoviários com a empresa, referente a dívidas de pagamentos e benefícios.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Guaíba, os profissionais seguem em estado de greve e vão atuar em rodízio até a próxima segunda-feira (18), quando a categoria volta a se reunir com a concessionária.

As negociações, intermediadas pela Justiça do Trabalho, são referentes a um atraso de um ano e meio no pagamento de cestas básicas e vale-alimentação, além dos valores do 13º salário de 2020.

Os trabalhadores alegam, também, que os salários mensais estão sendo depositados de forma parcelada. A Expresso Assur diz que não tem dinheiro para pagar o que deve, já que sofre com a crise econômica e a concorrência do transporte irregular.

Comentários