Operação Avante chega a sua 29ª edição com apreensão de drogas, armas e até viagra no Presídio Central de Porto Alegre

A ação ocorreu no Pavilhão "A", que possui uma população carcerária de 723 detentos. (Foto: Presídio Central/Divulgação)

Foram apreendidos dez telefones celulares, cinco chips telefônicos, um pen drive, 3,9 gramas de maconha, 1,1 grama de crack, três adaptadores de cartão e três cartões de memória durante a 29ª etapa da Operação Avante da BM (Brigada Militar), realizada no Presídio Central de Porto Alegre.

A ação ocorreu no Pavilhão “A”, que possui uma população carcerária de 723 detentos.

Celulares apreendidos na ação desta sexta-feira. (Foto: Presídio Central/Divulgação)

Celulares apreendidos na ação desta sexta-feira. (Foto: Presídio Central/Divulgação)

As operações Avante têm efetuado atividades no Presídio Central desde 25 de fevereiro e chegou a sua 29ª edição, registrando nas revistas gerais a apreensão de 5.063 quilos de maconha; 303 gramas de crack, 690.9 gramas de cocaína, um revólver calibre .38; 236 comprimidos de ecstasy, 130 comprimidos de *Pramil (viagra), duas balanças de precisão, 335 celulares, 231 chips de celular, 58 carregadores de celular, quatro pés de maconha entre outros materiais.

A Avante é desenvolvida por integrantes da força tarefa do Presídio Central, composta por 121 policiais militares sob a coordenação do diretor do Presídio, tenente-coronel Marcelo Gayer Barboza. Atualmente, a casa prisional está com 4.675 presos.

Comentários

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.