Operação contra tráfico de drogas e homicídios prende seis criminosos na Região Metropolitana de Porto Alegre

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta terça-feira (12), em Guaíba e São Leopoldo, a Operação Mashindano com o objetivo de combater uma guerra pela disputa de pontos de tráfico entre duas organizações criminosas que ocasionou pelo menos três homicídios e sete tentativas de assassinatos na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão preventiva e dois mandados de internação de adolescentes infratores, totalizando 34 ordens judiciais. No total, seis criminosos foram presos.

Os policiais apreenderam armas, munição, celulares, um sistema de vídeo monitoramento e drogas. Conforme a Polícia Civil, as investigações iniciaram em outubro de 2019, quando uma liderança do narcotráfico da Região Metropolitana obteve liberdade com monitoramento eletrônico e iniciou uma disputa sangrenta contra uma facção criminosa rival, com sede em Guaíba, chamada de Gangue dos Batatas.

A delegada Karoline Calegari afirmou que “investigações como estas,  articuladas para elucidar uma sequência de crimes contra a vida e prender os responsáveis, contribuem para salvaguardar toda a ordem pública”.

A operação contou com a participação de 130 policiais civis, dois bombeiros, três cães farejadores e 39 viaturas.

Comentários