Operação Fechamento prende advogado e gerentes de organização criminosa que atua em Porto Alegre e região metropolitana

Foram cumpridos hoje 13 mandados de prisão preventiva e 12 de busca e apreensão em Porto Alegre, Alvorada e Gravataí. Seis pessoas foram presas até o momento, além do cumprimento de outros três mandados que foram dentro do presídio. A Operação Fechamento, deflagrada na manhã desta terça-feira (12), tem como objetivo prender um advogado e demais integrantes de uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas no Rio Grande do Sul.

Seis pessoas foram presas durante a operação. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Segundo a Polícia Civil, essa é uma das principais organizações criminosas que atua no estado. As lideranças da quadrilha já foram presas em operações anteriores, mas no decorrer dessa investigação, a polícia identificou os braços que ainda gerenciavam e realizavam a contabilidade do tráfico de drogas, que sustentava a organização.

Uma prisão importante realizada no início da manhã foi a de um advogado ligado à organização. Ele atuava no tráfico de drogas e armas no estado. No final de 2017, um dos chefes desta organização foi preso no Paraná e, no ano seguinte, outro líder foi preso no Paraguai. Segundo a polícia, estes eram os principais comandantes do grupo criminoso que ainda estavam em liberdade.

Gustavo da Silva Deporte, vulgo “Queimado” era procurado pela Polícia. (Foto: TV Pampa)

Um desses líderes, identificados como Gustavo da Silva Deporte, conhecido como “Queimado”, foi preso no estado paranaense, e possui antecedentes por homicídio, roubo a estabelecimento bancário, roubo e clonagem de veículos e tráfico de drogas. Mesmo com a extensa ficha, ele conseguiu progressão de pena e foi incluído no sistema de monitoramento eletrônico por tornozeleira em fevereiro de 2019. No começo da manhã desta terça, policiais foram até o endereço dele, com um novo mandado de prisão, mas ele havia fugido. Por volta das 9h, ele foi encontrado e foi preso. As diligências devem seguir ao longo desta terça-feira.

 

 

Confira os vídeos da Operação Fechamento:

Comentários