Operação fiscaliza cumprimento de decretos em bairros de Porto Alegre

A Prefeitura de Porto Alegre deu início, na terça-feira (31), à operação Esforço Concentrado Covid-19 para fiscalizar o cumprimento dos decretos municipais que preveem uma série de medidas de enfrentamento do coronavírus.

A vistoria percorreu ruas, comércios, serviços, entre outros estabelecimentos da Capital. Envolvendo todos os órgãos de fiscalização do município, a ação está prevista para ocorrer diariamente, em dois turnos, em diferentes locais da cidade.

As primeiras regiões que receberam a operação foram Lomba do Pinheiro, Restinga, Cruzeiro e Morro Santa Tereza. Segundo o prefeito Nelson Marchezan Júnior, a iniciativa é um reforço das medidas adotadas pela gestão municipal.

“Nesta hora de crise, utilizamos todas as nossas forças para alertar a população sobre a ameaça do coronavírus. É mais um momento de conscientização, de levar informação a todos nas áreas mais afastadas do centro da nossa cidade”, diz o prefeito.

No primeiro dia de trabalho, foram verificados 166 comércios e serviços de diferentes segmentos. Desses, 27 foram advertidos por não seguirem as regras de funcionamento estabelecidas pela prefeitura, quatro locais foram interditados e dois autuados por alvará irregular.

No transporte, foram abordados e orientados motoristas de 82 ônibus, 38 táxis e 23 lotações. Os preços de produtos, especialmente os relacionados à pandemia, como álcool gel e máscaras de proteção respiratória, também foram monitorados.

Ao identificar filas e aglomerações em agências bancárias, os fiscais aconselharam os cidadãos a manter distanciamento e, sempre que possível, o isolamento social. As equipes orientaram também pelo menos 50 idosos a cumprir o Decreto 20.529, que estabelece o isolamento domiciliar para pessoas com 60 anos ou mais.

Participaram da força-tarefa 88 agentes da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), Procon Porto Alegre, Guarda Municipal, Diretoria de Fiscalização, Vigilância Sanitária, Vigilância Ambiental da Smams (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade) e DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana), com apoio da Brigada Militar e da Defesa Civil do Rio Grande do Sul.

Comentários