Operação Fratres é deflagrada no combate à organização criminosa que planejava roubo na Serra

Mandados foram cumpridos na Serra gaúcha. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Na madrugada desta quarta-feira (17) a Polícia Civil em ação conjunta com a Brigada Militar deflagrou a Operação Frates, com o objetivo de frustrar a prática de roubo a estabelecimento bancário que seria praticado em um município da Serra gaúcha. A ação criminosa estaria sendo planejada por integrantes de facção estadual e com ação em Bento Gonçalves, sendo seu mentor condenado pelo roubo a carro forte, ocorrido na mesma cidade, em 2018.

Foram cumpridos 8 mandados de busca e apreensão nos municípios de Bento Gonçalves e Dois Lajeados. Duas pessoas foram presas em flagrante por posse ilegal de ama de fogo de uso permitido (numeração suprimida).

No imóvel identificado como sendo do mentor intelectual, foram localizadas e apreendidas 2 armas de fogo, sendo uma pistola calibre 380 ACP e um revólver calibre 38 SPL. Ainda, foi apreendido um veículo Audi Q3, avaliado em mais de R$ 84.961,00. No local, também foram apreendidas joias. Telefones celulares, notebooks e Ipad foram apreendidos para fins de investigação criminal.

Em outro imóvel, pertencente ao irmão do mentor intelectual, foi localizada e apreendida uma pistola, calibre 380 ACP.

Já em um imóvel, em área rural, na cidade de Dois Lajeados, foram apreendidos R$ 43.400,00 em espécie, além de aparelhos celulares.

Participaram da ação efetivos de diversas unidades de segurança, entre elas, 1ª Delegacia de Roubos/DEIC, DPPA de Bento Gonçalves, agentes de Inteligência da BMRS, 3ºBPAT/BMRS, BAv/BMRS, Canil do 12ºBPM/BMRS e BOPE/BMRS.

O nome da Operação, “Fratres”, significa irmãos em latim, e foi inspirado na ligação existente entre as lideranças da facção objeto das investigações, a qual é exercida por um grupo de irmãos com grande influência sob os demais integrantes.

Comentários