Operação Lavoro prende suspeito de estelionato que prometia cidadania italiana

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Na tarde desta terça-feira (17), a Polícia Civil cumpri, em São Paulo um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 39 anos investigado pela prática dos crimes de estelionato e crime contra as relações de consumo. Mais de 50 pessoas foram prejudicadas em aproximadamente R$1,5 milhão. Segundo o delegado Joel Wagner, o suspeito fez vítimas nos estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo, e até mesmo exterior, como na Nova Zelândia.

A investigação iniciou em fevereiro deste ano, quando a delegacia recebeu informações de que o suspeito, por meio de uma empresa, estava oferendo serviços de reconhecimento da cidadania italiana e descumprindo, reiteradamente os contratos convencionados com as partes, obtendo vantagem ilícita, mediante diversos subterfúgios para ludibriar as vítimas e apropriar-se dos valores em dinheiro, reais e euros, sem prestação dos serviços prometidos.

Segundo informações, o suspeito prometia que a cidadania seria reconhecida através da residência na Itália e não pelo Consulado Italiano no Brasil. Sendo assim, os pretendentes ao direito da cidadania deveriam obter declarações e certidões de nascimento, de casamento e de óbito, de ascendentes italianos, e, além disso, tinham que permanecer na Itália por um período que variava de 45 a 90 dias. Em média, as vítimas pagavam o valor de R$ 30.000, geralmente convertido para o euro, para a prestação do serviço, que incluía o acompanhamento para a obtenção dos documentos, apostilamento, traduções, passagens aéreas, translado e hospedagem na Itália. Em muitos casos, as pessoas sequer viajavam para Itália, pois as passagens aéreas não eram obtidas pelo investigado. Quem conseguiu ir até o país não encontrava a hospedagem combinada, aumentando ainda mais seus gastos.

O delegado destaca que o preso possui imóveis na Itália e tinha viagem agendada pra Milão para esta quinta-feira (19). Com ele foram apreendidos diversos itens, como uma caminhonete, documentos, passaporte, computadores e celulares.

Comentários