Ospa traz a Porto Alegre o trompetista belga Dominique Bodart

Dominique Bodart (Foto: Divulgação)

O segundo concerto da Série Theatro São Pedro 2017 da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre terá as participações de convidados de destaque na cena musical nacional e internacional. O premiado trompetista Dominique Bodart, professor de trompete do Conservatório Real de Bruxelas, se apresenta como solista da Ospa pela primeira vez neste evento, marcado para esta terça-feira (11), às 20h30. A regência é de Cláudio Cohen, maestro da Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro. No repertório, obras compostas na segunda metade do século 20, além da Sinfonia nº 5 de Mendelssohn. Ingressos à venda no Theatro São Pedro, local da exibição, por valores entre R$ 20 e 50, com descontos.

O concerto inicia com a brasilidade dos Três Episódios para orquestra, de Ney Rosauro (1952-). A obra, encomendada por Cláudio Cohen e a ele dedicada, apresenta diferentes atmosferas e humores em seus três movimentos, chamados Recitativo e Divertimento, Canção de Ninar e Dança das Gaivotas.

Depois, o solista sobe ao palco para participar da execução de duas obras inéditas no repertório da Ospa: o Concerto Piccolo sobre B-A-C-H, do estoniano Arvo Pärt (1935-), e Concertino para Trompete e Orquestra de Cordas, do sueco Lars-Erik Larsson (1908- 1986). Oriundo da Bélgica, Bodart é diretor do Festival Internazionale Musicale d’Abruzzo (Itália) e do Concurso Internacional de Trompete Theo Charlier. Venceu certames como o Jovens Solistas da RTBF, o Nacional OSE d’Anvers, o Europeu Maurice André e o Internacional Raimo Sarmas.

Fechando o concerto, a sinfonia que Félix Mendelssohn (1809-1847) escreveu por encomenda para as comemorações aos 300 anos da Reforma Protestante, em 1830, será executada. A Sinfonia nº 5 – A Reforma carrega nuances da música sacra de Bach e é repleta de elementos da liturgia protestante.

Cidadão Honorário de Brasília, Cláudio Cohen é maestro e violinista. Vem tendo uma extensa agenda como regente convidado de orquestras do Brasil, Argentina, Portugal, Áustria, México, Equador, Hungria, Alemanha, Espanha, entre outros países.

Masterclasses com o solista

A Escola de Música da Ospa aproveita a presença de Bodart na cidade e promove masterclasses com o trompetista. Com entrada franca, as aulas acontecem esntre este domingo (9)  e quarta-feira (12) (nos dias 9 e 10, das 14h às 18h; no dia 11, das 14h às 17h; e no dia 12, das 9h às 12h e das 14h às 16h), na Sala de Ensaios da Ospa (Centro Administrativo Fernando Ferrari – Secretaria da Educação, na Avenida Borges de Medeiros, 1501). As aulas são destinadas a alunos de trompete e outros instrumentos de metais da Escola de Música da Ospa, estudantes e músicos em geral. Os interessados devem encaminhar e-mail para escolademusica.ospa@gmail.com, informando nome completo e RG. Tiago Linck, trompetista da Ospa, é o organizador da atividade.

Cláudio Cohen (regente – Brasil)
Atualmente é maestro titular e diretor Musical da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, onde foi Spalla por muito anos e da qual é membro fundador. Faz parte do Quarteto de Brasília, com o qual já fez turnês pelo Brasil, Ásia, Américas, Europa e gravou nove CDs. Foi professor de violino do Departamento de Música da UnB e ministrou cursos nos principais festivais de música do país. É membro da Academia Brasileira de Letras e Música. Atuou como regente titular e diretor Musical da Orquestra Filarmônica de Brasília de 2006 a 2010. Vem tendo uma extensa agenda como regente convidado de orquestras do Brasil, Argentina, Portugal, Áustria, México, Equador, Hungria, Alemanha, Espanha, entre outros países.

Dominique Bodart (trompetista – Bélgica)
Formado pelos Conservatórios Reais de Bruxelas e Liège (Bélgica), Dominique Bodart atuou como trompetista convidado de importantes orquestras europeias em Luxemburgo, na Bélgica, na França, na Holanda e na Alemanha.  Recebeu medalha de ouro pelo Conservatório de Châteauroux (França). É vencedor do concurso SABAM Award na categoria Jovens Solistas, organizado pela empresa de rádio e televisão RTBF (Bélgica) e da Competição Internacional Raimo Sarmas (Finlândia). Gravou os CDS Música francesa do século XX para trompete e órgão (1999), Si suoni la tromba (2003), Bouquet de Mélodie com Brass Band Buizingen (2011) e In the groove (2011). É diretor artístico do Concurso Internacional de Trompete “Théo Charlier”. Atualmente é professor de trompete do Conservatório Real de Bruxelas.

The post Ospa traz a Porto Alegre o trompetista belga Dominique Bodart appeared first on O Sul.

Comentários

39 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.