Para concorrer com o Uber, taxistas lançam aplicativo e prometem qualificar o serviço

Rafael Fanganito, da empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo; Luiz Nozari (C), presidente do Sintáxi; e o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari.(foto: Tomás Sá Pereira/ Sintáxi/divulgação)

O Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre lançou na tarde tarde desta segunda-feira (5), no Dia do Taxista, o aplicativo do Sintáxi. Trata-se de um serviço para competir com aplicativos de transporte, como o Uber.

Os motoristas também serão avaliados a cada corrida, com notas variando de 1 a 5. O taxista que receber três pontuações baixas será suspenso do sistema. Esse é o grande diferencial, segundo o presidente do Sintáxi, Luiz Nozari, que conta com a fiscalização dos passageiros para oferecer um “serviço de excelência”.

“O Sintáxi terá condições de retirar do sistema os taxistas que não se comportarem adequadamente. Com o aplicativo, posso descredenciar o mau motorista na hora, sem a burocracia dos processos administrativos pelo poder público municipal”, explica.

O aplicativo permite que o passageiro escolha o modelo de pagamento, estimativa do valor da corrida antes de embarcar, pagamento por cartão de crédito e se prefere motorista homem ou mulher. O sistema também tem um campo de observações, para que o cliente apresente críticas e sugestões.

O usuário deve acessar as lojas virtuais do Google Play ou Apple Store para baixar o aplicativo gratuitamente. Já os permissionários devem procurar o Sintáxi para se cadastrar no sistema.

Comentários

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.