Para o presidente da Câmara dos Deputados, o Congresso derrubaria veto a projeto das fake news

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que grupos de parlamentares têm discutido alterações no texto aprovado no Senado. (Foto: Fabio Rodrigues/Agência Brasil)

A Câmara dos Deputados ajusta o texto do projeto de lei que trata de fake news e prevê debates para as próximas duas semanas sobre o tema. Depois, o texto será votado pelo plenário.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que grupos de parlamentares têm discutido alterações no texto aprovado no Senado – em conjunto com senadores, para evitar atritos. Para Maia, se o texto for vetado pelo presidente Bolsonaro – como Bolsonaro já sinalizou que pode fazer – os vetos serão derrubados pelo Congresso.

No domingo (05), Maia havia dito que a matéria precisa ser construída nas duas Casas, “já que possivelmente haverá veto do presidente”. “Importante que a gente garanta uma maioria absoluta nas duas Casas para, quando a matéria voltar, a gente possa derrubar esses vetos. É uma matéria decisiva”.

No dia 30, o Senado aprovou o projeto com medidas relacionadas à disseminação de conteúdo falso na internet, as chamadas “fake news”. Defensores dizem que texto combate fake news; para críticos, pode gerar censura na internet.

Comentários