Pela segunda vez, pedido de impeachment contra prefeito de Caxias do Sul é admitido

Prefeito divulgou nota em sua defesa. (Foto: Reprodução Facebook Daniel Guerra)

O pedido de impeachment contra o prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra, foi aceito pela Câmara Municipal nesta terça-feira (8). O pedido, de autoria do ex-vice-prefeito do município Ricardo Fabris de Abreu, teve um total de 14 votos de vereadores a favor e oito contra.

O motivo do impeachment, de acordo com o autor do pedido, é o fato do chefe do Executivo agir de forma preconceituosa, discriminatória e ilegal. Fabris citou ainda 15 procedimentos investigatórios relacionados ao prefeito que tramitam no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Esse já é o segundo pedido de impeachment contra Guerra admitido pelos vereadores. O primeiro foi julgado como improcedente.

Veja a nota da Prefeitura de Caxias do Sul:

“A deflagração de um processo sem fundamento, mais uma vez, mostra a falta de seriedade e de responsabilidade de alguns vereadores que aderiram a um jogo politiqueiro que só prejudicará nossa cidade. Não desviaremos o foco de continuar trabalhando e honrando a confiança da comunidade e cumprindo os compromissos assumidos com os caxienses, uma vez que os atos da administração são voltados para o interesse público e fundamentados na legalidade e transparência”. – Daniel Guerra, prefeito de Caxias do Sul, em manifestação oficial relacionada à aprovação da admissibilidade do processo de impeachment pela Câmara de Vereadores.

Comentários