Piffero e mais três ex-dirigentes do Inter são denunciados pelo MP por desvio de recursos

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O Ministério Público Estadual denunciou, nesta quarta-feira (6), ex-dirigentes e empresários de jogadores de futebol pelas fraudes que aconteceram no Inter na gestão 2015/2016. Entre eles está o ex-presidente Vitorio Piffero. Os crimes apresentados pela investigação são de estelionato, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A investigação mostrou desvios de cerca de R$ 13 milhões.

“As denúncias têm como base o estelionato. São mais de 200 denúncias. São mais de 150 documentos falsificados. As denúncias são também de lavagem de dinheiro”, destaca o sub-procurador-geral do Ministério Público, Marcelo Dornelle. Entre os denunciados pelo MP, além de Piffero, estão os ex-vice-presidentes Pedro Affatato (Finanças), Emídio Marques Ferreira (Patrimônio) e Carlos Pellegrini (Futebol).

Comentários