Polícia Civil prende quadrilha que traficava drogas sintéticas no Rio Grande do Sul e em mais quatro Estados

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quarta-feira (24), a Operação Reflexo com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que traficava drogas sintéticas em cinco Estados. Foram cumpridos 34 mandados de prisão e 47 de busca e apreensão no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. Trinta e duas pessoas foram presas.

Cerca de 400 agentes participaram da ação, coordenada pela Polícia Civil gaúcha. No RS, foram cumpridos mandados em Porto Alegre, Viamão, Alvorada, Capão da Canoa, Terra de Areia, Osório, Tramandaí e Xangri-lá. As investigações, conduzidas pelo Denarc (Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico), duraram 10 meses.

Os principais líderes do bando, que movimentava R$ 500 mil por mês, moravam em Balneário Camboriú (SC). “Os entorpecentes, em sua maioria vindos de fora do País, eram distribuídos em festas de música eletrônica a jovens de classe média e alta”, disse o delegado Thiago Lacerda.

Comentários