Polícia Federal cumpre mandados em Porto Alegre em investigação sobre compra de respiradores no Pará

A PF (Polícia Federal) cumpriu, na manhã desta terça-feira (23), em Porto Alegre, quatro mandados de busca e apreensão em endereços ligados a Alberto Beltrame, secretário de Saúde do Pará. Ele é investigado por supostas fraudes na compra de respiradores pulmonares por R$ 50 milhões.

O trabalho desta terça-feira é um desdobramento da Operação Para Bellum, deflagrada pela PF no Pará em 10 de junho e que também tem o governador Helder Barbalho (MDB) entre os investigados.

Em um endereço no Centro da Capital, os policiais federais encontraram dezenas de obras de arte. Não havia ninguém no apartamento, que está sendo examinado. Uma casa em um condomínio em Xangri-lá, no Litoral Norte gaúcho,  também foi alvo dos mandados.

A investigação tem autorização do STJ (Superior Tribunal de Justiça), com base em pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República). As buscas no Pará, em 10 de junho, foram realizadas nas residências dos investigados, em empresas e, também, no Palácio dos Despachos – sede do governo paraense – e nas secretarias estaduais da Saúde, da Fazenda e da Casa Civil.

Na ofensiva, foram apreendidos mais de R$ 700 mil na casa do secretário-adjunto de gestão administrativa da Secretaria de Saúde, que foi exonerado.

Comentários