Polícia gaúcha apreende comprimidos de ecstasy no formato do rosto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Agentes do Denarc (Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico) prenderam, na madrugada desta sexta-feira (02), dois traficantes de drogas sintéticas em Lajeado, no Vale do Taquari.

Os indivíduos, de 23 e 27 anos, estavam com 89 comprimidos de ecstasy de vários tipos, entre eles no formato do rosto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump e da rede de fast food McDonald’s, além de North Face, Vingador, Supreme, Palhaço e Losango.

Segundo o delegado Thiago Lacerda, as prisões ocorreram após uma semana de investigações na Operação Noturna, que visa combater a venda de drogas em festas raves e de música eletrônica. Os criminosos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico, relatou o delegado.

Alemanha

No ano passado, a polícia da Alemanha apreendeu milhares de comprimidos de ecstasy no formato do rosto do presidente dos Estados Unidos. A droga foi avaliada em 39 mil euros (cerca de R$ 144 mil).

A apreensão foi feita na cidade de Osnabrueck, durante uma vistoria em um carro com placas austríacas na rodovia A30. Os ocupantes do veículo, um homem de 51 anos e seu filho de 17, afirmaram que vinham da Holanda. Os dois foram presos.

Droga

O ecstasy é uma droga sintética, fabricada em laboratório. O seu princípio ativo é uma substância chamada MDMA (metilenodioximetanfetamina), que é um tipo de anfetamina (estimulante) e também tem efeitos parecidos com os alucinógenos. O ecstasy é vendido geralmente em comprimidos.

A MDMA atua no cérebro controlando duas substâncias: a dopamina, que interfere nas dores, e a serotonina, que está ligada às sensações de amor. A combinação das duas deixa a pessoa eufórica, confiante e sociável. Outros efeitos associados ao consumo da droga são: ansiedade, paranoias, aumento dos batimentos cardíacos, suor excessivo, náuseas e bruxismo (ranger dos dentes).

Comentários