Polícia identifica vigilantes que agrediram um morador de rua na avenida Cristóvão Colombo, em Porto Alegre

Agressões foram filmadas por câmeras de segurança (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil identificou pelo menos dois seguranças suspeitos de agredirem um morador de rua em frente a um supermercado na avenida Cristóvão Colombo, em Porto Alegre. O crime ocorreu no sábado (31), mas o caso teve grande repercussão nas redes sociais ao longo desta semana. Eles serão chamados para prestar depoimento.

Na ação, três vigilantes de uma empresa contratada pela igreja Assembleia de Deus desferem golpes de cassetete e pontapés contra Edson Luiz Walhbring, de 25 anos, um catador de lixo conhecido por moradores da região. A igreja informou que rescindiu o contrato com a empresa de segurança após as agressões.

O jovem agredido está com uma costela quebrada e apresenta escoriações pelo corpo. Ele prestou queixa contra os seguranças e disse que havia sido acusado de furtar um corrimão do prédio da Assembleia de Deus e que, por isso, os vigilantes o agrediram. O morador de rua, que seria usuário de drogas, negou o furto.

Comentários

Comentários

816 Comentários