Polícia prende mais um suspeito de ter participado de latrocínio de universitária em Porto Alegre

Editoria de Arte/O Sul

Foi preso na manhã desta segunda-feira (12) mais um suspeito de ter participado do latrocínio (roubo com morte) da universitária Sara Votto Tóttaro, de 22 anos, na Zona Sul de Porto Alegre.

O crime ocorreu no dia 23 de junho deste ano. Ela estava chegando em casa com a família, quando o automóvel em que estavam foi cercado por quatro criminosos que pretendiam roubá-lo. O homem detido nesta manhã foi capturado no bairro Bom Jesus, na Zona Leste da Capital.

Crime

Na noite de 23 de junho, a universitária Sara Votto Tótaro voltava da faculdade com os pais e uma irmã. Ao chegarem na residência, na rua Gaurama, no bairro Cavalhada, foram abordados por quatro indivíduos. Os criminosos estavam em um Gol branco, e tentaram roubar o Volkswagen Up da família. Segundo a polícia, houve uma certa reação e a estudante foi baleada. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Dois adolescentes, um de 16 e outro de 14 anos, foram reconhecidos por testemunhas e encontram-se apreendidos na Fundação de Atendimento Sócio-Educativo. O rapaz de 16 confessou que foi o autor dos disparos. Um outro homem, de 30 anos, segue procurado pela polícia.

 

Comentários

62 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.