Políticos e entidades criticam discurso de Bolsonaro em ato que defendeu a intervenção militar

Políticos e entidades criticaram neste domingo (19) a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, em um ato em Brasília que defendia, entre outras medidas, a intervenção militar no País. Bolsonaro discursou para os manifestantes em cima de uma caminhonete em frente ao quartel do Exército.

Veja, abaixo, alguns comentários:

Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal: “A crise do #coronavirus só vai ser superada com responsabilidade política, união de todos e solidariedade. Invocar o AI-5 e a volta da ditadura é rasgar o compromisso com a Constituição e com a ordem democrática #DitaduraNuncaMais.”

Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo: “É assustador ver manifestações pela volta do regime militar, após 30 anos de democracia. Defender a Constituição e as instituições democráticas faz parte do meu papel e do meu dever. Pior do que o grito dos maus é o silêncio dos bons (Martin Luther King). Só pode desejar intervenção militar quem perdeu a fé no futuro e sonha com um passado que nunca houve. Ditaduras vêm com violência contra os adversários, censura e intolerância. Pessoas de bem e que amam o Brasil não desejam isso.”

Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil:  “O presidente da República atravessou o Rubicão. A sorte da democracia brasileira está lançada, hora dos democratas se unirem, superando dificuldades e divergências, em nome do bem maior chamado LIBERDADE!”

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República: “Lamentável. É hora de união ao redor da Constituição contra toda ameaça à democracia. Ideal que deve unir civis e militares; ricos e pobres. Juntos pela liberdade e pelo Brasil.”

João Doria (PSDB), governador de São Paulo: “Lamentável que o presidente da República apoie um ato antidemocrático, que afronta a democracia e exalta o AI-5. Repudio também os ataques ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal. O Brasil precisa vencer a pandemia e deve preservar sua democracia.”

Gleisi Hoffmann, deputada federal e presidente nacional do PT: “De novo Bolsonaro e sua irresponsabilidade. Provoca aglomeração para fazer discurso político e incentivar ilegalidades. Receita perfeita para a tragédia.”

Comentários