Pontos turísticos do Rio de Janeiro reabrem e ganham iluminação

A reabertura dos pontos turísticos cariocas contou com a benção, na sexta-feira (14), do padre Omar Raposo e com a Banda Sinfônica da Guarda Municipal, que executou para os presentes o hino afetivo da capital fluminense, “Cidade Maravilhosa”, e inauguração da iluminação dos locais. Os pontos turísticos do Rio de Janeiro, que estavam fechados em função da pandemia do coronavírus, reabriram neste sábado (15).

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, participou da cerimônia que marcou a iluminação dos principais pontos turísticos do Rio. Do alto do Cristo Redentor, ele viu serem iluminados, ao mesmo tempo, o Bondinho do Pão de Açúcar, a roda gigante Rio Star, os Arcos da Lapa e o Jardim Botânico, entre outros.

O ministro disse que a iniciativa complementa um conjunto de ações que visam dar o ponta pé para o retorno do setor no País. As informações foram divulgadas pela assessoria do ministério.

“É um evento de suma importância e marca uma retomada consciente da cidade para o turismo. Isso conversa com o que lançamos recentemente, o selo de biossegurança do turista, onde pelo menos 15 segmentos contam com protocolos que foram construídos junto com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Portanto, é com muita satisfação que a gente participa deste momento, que prova que é possível, sim, conciliar o turismo com a segurança e com a saúde de todos os turistas”, disse o ministro.

A secretária especial de Turismo e Legado Olímpico do Rio, Camila Sousa, disse que a iluminação dos atrativos turísticos simboliza um reinício e uma retomada das atividades desse segmento.

Para receber os convidados, o evento contou com todos os protocolos de segurança: uso de máscara e aferição de temperatura na entrada. Além disso, houve sinalização de distanciamento mínimo de 2 metros e dispensers de álcool 70%.

Comentários