Porto Alegre conta com novo sistema de varrição mecanizada

Um novo sistema de varrição mecanizada começou a funcionar na Seção Centro do DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana), em Porto Alegre. As primeiras vias que receberem a limpeza, na terça-feira (06), foram as avenidas Farrapos, Mauá, Júlio de Castilhos, João Goulart e parte da Edvaldo Pereira Paiva.

A maior parte do trabalho será feita das 23h às 5h para não atrapalhar o trânsito. Nesse período, o equipamento pode varrer até 50 quilômetros. Por mês, a autonomia pode chegar a 1.000 quilômetros. O investimento da prefeitura é de até R$ 83,53 mil por mês. A varrição mecanizada está no contrato do Serviço de Limpeza Urbana. A Cootravipa é a responsável pela operação.

Como a varrição mecanizada funciona

O equipamento faz a varrição do meio-fio das vias, ruas ou passeios públicos e é operado por um motorista treinado para essa função. O aparelho possui grandes escovas mecanizadas que varrem, fazem a raspagem e recolhem os resíduos com as mesmas similaridades de um aspirador de pó doméstico.

Todos os materiais recicláveis também são aspirados e separados em compartimentos dentro da varredeira para depois serem descartados de forma correta.

Comentários