Portugal reabre primeiros estabelecimentos comerciais após um mês e meio

Portugal inicia nesta segunda-feira (04) uma flexibilização das medidas de confinamento com a reabertura de pequenos estabelecimentos comerciais, salões de beleza e concessionárias de automóveis, mas os portugueses deverão respeitar regras estritas de distanciamento físico.

O uso de máscaras ou viseiras de proteção é obrigatório nas lojas, prédios públicos e nos transportes, de acordo com o plano de desconfinamento do governo, que será aplicado de forma gradual durante todo o mês de maio. A infração da norma nos transportes públicos será punida com multa de até 350 euros.

Os estabelecimentos comerciais só podem abrir às portas às 10h locais e deverão cumprir as regras de distanciamento, enquanto cabeleireiros e salões de beleza só podem atender com agendamento prévio.

O primeiro dia já tem agenda completa, afirmou Miguel Garcia, proprietário de um salão no centro de Lisboa. Portugal suspendeu no domingo (03) o estado de emergência que estava em vigor desde 19 de março e que permitiu ao governo restringir a liberdade de circulação para frear a propagação da pandemia do coronavírus.

A medida foi substituída pelo estado de calamidade pública, que estimula os portugueses a respeitar o “dever cívico de permanecer em casa”. O teletrabalho continua sendo a norma, desde que possível, enquanto as concentrações de mais de 10 pessoas estão proibidas.

Na segunda quinzena de maio, o plano de desconfinamento contempla a retomada de algumas aulas para estudantes do ensino médio. As aulas online serão mantidas até o fim do ano letivo para os alunos do ensino básico e fundamental. Os museus e galerias de arte, bares e restaurantes, todos submetidos a novas normas de segurança sanitária, estão autorizados a retomar as atividades em 18 de maio.

Os jogadores dos principais clubes de futebol retomam nesta segunda-feira os treinos individuais e o campeonato nacional deve ser retomado no último fim de semana de maio, enquanto os teatros, cinemas e grandes lojas de departamento terão que esperar até 1 de junho para reabrir as portas.

Portugal foi menos afetado pela pandemia que outros países europeus e que a vizinha Espanha. Os primeiros casos de Covid-19 foram detectados mais de um mês depois que na Espanha. Isto permitiu uma reação rápida, com o fechamento das escolas, da fronteira com a Espanha e a declaração do estado de emergência para confinar a população.

Portugal registra oficialmente 1.043 mortes e 25.282 casos, de acordo com o balanço mais recente do governo.

Comentários