Prefeito de Miami se reúne com Bolsonaro e comenta indicação de Eduardo à embaixada


Francis Suarez, Prefeito de Miami,fala à imprensa, após reunião com Bolsonaro. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Palácio do Planalto, sede do governo brasileiro, foi palco para o encontro entre o presidente Jair Bolsonaro e o prefeito de Miami, Francis Xavier Suarez, nesta quinta-feira (15). Ao deixar o local, Suarez disse que o Brasil é um parceiro estratégico para a cidade de Miami e que quer fortalecer projetos específicos e acordos mútuos entre as localidades.

Além de Bolsonaro, o republicano já esteve reunido com o prefeito da capital paulista, Bruno Covas, e com o governador do estado, João Dória. O prefeito também visitou o Rio de Janeiro e se reuniu com o governador do estado, Wilson Witzel, e com o prefeito Marcelo Crivella.

Segundo Suarez os números justificam a importância do Brasil para a cidade, pois 300 mil brasileiros vivem na região de Miami, um milhão visitam o estado da Flórida e meio milhão vão à cidade a cada ano. Ele disse que convidou o presidente Bolsonaro para ir à Miami, em setembro, durante sua passagem pelos Estados Unidos para participar da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York. “Esperamos que ele aceite o convite”, afirmou.

Sobre a indicação de Eduardo Bolsonaro para ocupar o cargo de embaixador nos Estados Unidos, Suarez disse que, independente de quem for o escolhido, os americanos o receberão de “braços abertos, especialmente se for o filho do presidente”. O filho do presidente participou do encontro e deixou Suarez impressionado “com a sua postura e sua capacidade de tratar das questões em diversas línguas”. Segundo o prefeito, eles conversaram em português, espanhol e inglês.

Comentários