Prefeitura cede imóvel para instalação de delegacia de atendimento a vulneráveis em Porto Alegre

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, assinou o documento para ceder o imóvel nesta segunda-feira (Foto: Ricardo Giusti/ Reprodução PMPA)

A Prefeitura de Porto Alegre assinou na manhã desta segunda-feira (2) um termo para ceder um imóvel do município à instalação da primeira Delegacia Policial de Pronto Atendimento (DPPA) especializada em atendimento a vulneráveis no Estado. O documento foi assinado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior e a chefe de Polícia Civil, Nadine Anflor, no Salão Nobre do Paço Municipal.

A nova delegacia fica encarregada de atender mulheres, idosos, crianças e adolescentes, além de pessoas que sofrem preconceito e discriminação relacionados a vulnerabilidades. O imóvel que a Prefeitura disponibilizou possui 617,10 metros de área e fica localizado na rua Professor Freitas e Castro, no bairro Santana. O local vai ser reformado para começar a funcionar no segundo semestre de 2020. A delegacia poderá permanecer no espaço por 20 anos, podendo ser renovado por mais 20.

“Estamos à disposição para ajudar no que for necessário para atender às vítimas da violência. Precisamos abraçar mais a pessoa vulnerável neste momento de dificuldades”, relata Marchezan.

Já a delegada Nadine comemorou a conquista do imóvel. Ela conta que há cerca de dez anos que a polícia aguardava por esse espaço. “Agradeço a parceria com a Polícia Civil. Esse momento me enche de orgulho, pois este prédio era um sonho e agora poderemos oferecer um atendimento 24 horas, com delegados, agentes, policiais capacitados e os serviços da prefeitura presentes”, comenta.

O projeto foi criado no início deste ano e contará com salas específicas para escuta; atendimento psicológico; assistência social e mediação. A reforma vai ser realizada com recursos do Judiciário.

Comentários