Prefeitura da capital anuncia economia de quase R$ 45 milhões com CCs

(Foto: Divulgação / PMPA)

A prefeitura de Porto Alegre divulgou uma economia de R$ 44,7 milhões com o pagamento de cargos comissionados (CCs). O dado é referente aos dois primeiros anos de governo de Nelson Marchezan Júnior e foi divulgado nesta terça-feira, 14. O número de CCs também diminuiu. Em dezembro de 2016, eram 856 cargos comissionados, enquanto março deste ano registava  812 CCs.

A diminuição foi de R$ 36,2 milhões na administração direta e indireta e de R$ 8,5 milhões nas três empresas do município: Carris, EPTC e Procempa.

Conforme o executivo municipal, o motivo da redução de custos é a profissionalização do processo seletivo do Banco de Talentos, implementado  na transição de governo do prefeito Marchezan. No processo, profissionais da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) orientam a faixa salarial de acordo com o perfil das vagas e escolhem os candidatos conforme seus talentos e competências.

Em 24 meses de atuação, o Banco de Talentos recebeu 15.534 currículos, entrevistou mais de 3 mil candidatos e garantiu a permanência de 100 servidores CCs da gestão anterior. “O processo busca selecionar o perfil mais adequado para cada vaga, com uma remuneração condizente com a atividade a ser desempenhada”, explica Marchezan.

Comentários