Preso líder de quadrilha que falsificava assinaturas de delegados para retirar veículos de depósitos do Detran-RS

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta terça-feira (10), a segunda fase da Operação Impostore com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em retirar, de maneira fraudulenta, veículos de depósitos do Detran-RS (Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul) apreendidos em investigações policiais.

O líder do grupo foi preso. Com ele, foi apreendida uma caminhonete Ranger obtida por meio de estelionato contra um banco. Também foram recolhidos diversos documentos e um caminhão foi recuperado durante a ação. Os agentes cumpriram sete mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária em Porto Alegre, Gravataí, Cachoeirinha, Alvorada e Londrina, no Paraná.

Segundo o delegado Adriano Nonnemmacher, a quadrilha descobria veículos apreendidos ou sequestrados em investigações policiais (sem restrição de furto/roubo), já sob tutela judicial, e falsificava assinaturas de delegados de polícia em documentos também falsos, a serem usados na retirada destes veículos dos depósitos.  Um dos criminosos se identificava como policial civil a fim de dar credibilidade às ações criminosas.

Além do líder do bando, preso na manhã desta terça, outros quatro integrantes da quadrilha foram identificados. Eles possuem diversos antecedentes criminais.

Segundo a polícia, após a descoberta desse tipo de crime, o Detran-RS alterou a forma de retirada de veículos apreendidos dos depósitos da autarquia.

Comentários