Procura por testagem para o coronavírus aumenta em Porto Alegre

Os critérios para ampliar a detecção de Covid-19 foram atualizados em meados de novembro. (Foto: Cristine Rochol/PMPA)

Porto Alegre registra um aumento de casos de Covid-19 nos últimos dias e, consequentemente, mais procura por testes e serviços de saúde. De 30 de novembro a 4 de dezembro, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) registrou aplicação de 2,7 mil testes diários (na rede pública e privada), aumento de mais de 12% em relação à semana anterior. Até quarta-feira (09) mais de 256 mil testes já foram feitos pelo SUS e a rede privada na Capital.

A Capital chegou a 64.742 casos registrados e 295 pacientes adultos em UTI (unidades de terapia intensiva) na terça-feira (08). Em 25 de novembro, eram 57.913 casos e 248 pacientes em UTI, uma diferença de 47 pessoas, variação de 18,95% em 13 dias e média de 3,62 pacientes por dia.

A faixa etária mais acometida é de 30 a 39 anos (com 7.728 casos em mulheres e 6.515 em homens), seguida do grupo de 40 a 49 anos (6.586 casos em mulheres e 5.638 em homens).

Entre os cuidados que a população deve seguir adotando estão lavar as mãos com água e sabão com frequência ou utilizar álcool em gel 70%, usar máscara ao sair de casa, em ambientes de trabalho ou circulação geral, manter distância mínima de dois metros de outras pessoas, evitar aglomerações e, na medida do possível, manter o isolamento social.

Aqueles que apresentarem sintomas como tosse, febre, dor de cabeça, alteração no olfato ou paladar, dor de garganta, redução da força muscular, dor muscular e dificuldade de respirar devem procurar atendimento médico para que seja feita a solicitação de exames.

Testagem

Os critérios para ampliar a detecção de Covid-19 foram atualizados em meados de novembro. A presença de apenas um sintoma compatível com a doença provocada pelo novo coronavírus e o contato por uma hora no mesmo ambiente de trabalho (anteriormente, o mínimo era de quatro horas) com pessoa que teve resultado positivo em exame PCR – mesmo assintomática – justificam a realização do teste.

A prefeitura vem ampliando gradativamente a testagem, em função da capacidade de realização dos exames. Pessoas sintomáticas, familiares assintomáticos de casos positivos e quem teve contato com infectados no ambiente de trabalho têm indicação para realização de testes (o tipo varia de acordo com os critérios estabelecidos pela SMS). A ideia é garantir mais agilidade na testagem e diminuir a transmissão e circulação do vírus.

Quem teve contato com casos positivos, sem sintomas, deve procurar a unidade de saúde de referência e informar o CPF da pessoa positiva para Covid-19. No atendimento, o paciente será orientado em relação ao prazo para fazer o teste rápido. O mesmo procedimento é indicado para pessoas que tiveram contato com casos positivos em ambiente de trabalho.

Comentários