Produção industrial brasileira cresce 0,5% em fevereiro e tem a segunda alta seguida

A produção industrial brasileira cresceu 0,5% em fevereiro, na comparação com janeiro, marcando o segundo avanço mensal consecutivo, conforme divulgou nesta quarta-feira (01) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Na comparação com fevereiro do ano passado, porém, houve queda de 0,4%. Já a atividade industrial de janeiro foi revisada de uma alta de 0,9% para avanço de 1,2% frente a dezembro. Apesar do começo de ano positivo, o setor industrial ainda acumula perda de 1,2% em 12 meses.

“É o segundo avanço após uma queda importante nos dois últimos meses de 2019. Mas o saldo desse período ainda é negativo, pois os resultados de novembro e dezembro acumulam -2,5%”, destacou o gerente da pesquisa, André Macedo.

15 dos 26 ramos industriais têm alta

Dentre os 26 ramos da atividade industrial pesquisados, 15 tiveram alta em fevereiro, com destaque para a produção de veículos (2,7%) e outros produtos químicos (2,6%) e farmoquímicos e farmacêuticos (3,2%).

“Automóveis e caminhões ajudam a explicar esse resultado no começo do ano, depois da perda do ano passado. Houve férias coletivas em novembro e dezembro, e com a volta da produção nos primeiros meses de 2020, é natural que representem impulso de crescimento”, explicou o pesquisador do IBGE.

Entre os ramos que tiveram produção reduzidas, o que mais pressionou o índice foi o de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (1,8%), em fevereiro. Também impactaram negativamente o resultado geral da indústria no mês os segmentos de equipamento de informática, eletrônicos e ópticos (-5,8%) e outros equipamentos de transporte (-8,7%).

Comentários