Professores decidem manter greve no Rio Grande do Sul

FONTE: O SUL – http://www.osul.com.br/

Os professores da rede estadual de ensino decidiram, na manhã desta sexta-feira (29), manter a greve iniciada há mais de 20 dias no Rio Grande do Sul. A assembleia geral do Cpers/Sindicato foi realizada no Gigantinho, em Porto Alegre.

A categoria reivindica o fim do parcelamento dos salários, reposição salarial e a retirada do que chama de “pacote de maldades” do governo de José Ivo Sartori contra os servidores e a população gaúcha. “Responderemos à intransigência do governo Sartori com a unidade cada vez mais forte com os estudantes, pais e a comunidade escolar, pois essa é uma luta coletiva da comunidade escolar em defesa de uma educação pública de qualidade”, afirmou o Cpers.

Após a assembleia, a categoria se dirigiu em caminhada pela avenida Padre Cacique em direção ao Centro de Porto Alegre. No início desta tarde, os professores se reuniram no Largo Glênio Peres, bloqueando a avenida Borges de Medeiros. O ato provoca congestionamentos no trânsito na região, segundo a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação).

Comentários