Quase três toneladas de alimentos impróprios para o consumo são apreendidas no litoral gaúcho

Agentes encontraram carnes vencidas, sem procedência, estragadas e fora da temperatura adequada. (Foto: MP/Divulgação)

Sete estabelecimentos, incluindo mercados, peixaria e restaurantes, foram alvos de uma operação da Força-Tarefa Segurança Alimentar do Ministério Público realizada na segunda-feira (25) em Xangri-lá, no Litoral Norte gaúcho.

Durante a ação, os agentes apreenderam 2,8 toneladas de alimentos impróprios para o consumo. A padaria e o açougue de um dos estabelecimentos foram interditados por conta das péssimas condições sanitárias.

Conforme os coordenadores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado Segurança Alimentar, Alcindo Luz Bastos da Silva Filho e Mauro Lucio da Cunha Rockenbach, os principais problemas encontrados foram carnes vencidas, sem procedência, estragadas e fora da temperatura adequada. Também foram apreendidos outros produtos sem procedência, fracionados irregularmente e acondicionados de maneira imprópria.

Representantes da Secretaria Estadual da Agricultura, da Secretaria Estadual da Saúde, da Delegacia do Consumidor e da Vigilância Sanitária Municipal de Xangri-lá participaram da operação.

Comentários