Recomendações médicas para enfrentar o frio

O frio intenso registrado nos últimos dias exige atenção especial com a saúde e com as pessoas em situação de vulnerabilidade social. Atenta a essa demanda, a Prefeitura de Porto Alegre amplia as vagas nos albergues e orienta a população quanto aos cuidados e prevenção de doenças respiratórias. A Operação Inverno, desenvolvida pela Fasc (Fundação de Assistência Social e Cidadania) e pela Secretaria Municipal de Saúde, amplia o número de vagas para albergagem de junho a setembro e minimiza os efeitos nocivos do frio, principalmente à noite.

Neste inverno, os albergues têm acréscimo de 90 vagas, além das 355 disponibilizadas durante o ano. O serviço de acolhimento é das 19h às 7h – com o atendimento às necessidades básicas. Nestes espaços, são oferecidos um lugar para dormir, cuidados de higiene e alimentação. Além disso, são realizados encaminhamentos para serviços da rede socioassistencial e demais políticas públicas. Para garantir a segurança e organização das casas, algumas regras devem ser seguidas. As pessoas que buscam abrigo devem ter idade acima de 18 anos; estar em situação de rua no município de Porto Alegre; portar documentos com fotos (na ausência deste apresentar boletim de ocorrência de perda da documentação) e não apresentar sinais ou sintomas de doenças infecto-contagiosa na fase de transmissão nem depender de cuidados no leito.

“Neste período do ano, as baixas temperaturas e as chuvas deixam expostas as pessoas que se encontram em situação de rua em nosso município. A Operação Inverno é uma ação que objetiva minimizar os efeitos e danos a essas pessoas. Disponibilizar mais vagas e intensificar a abordagem noturna são formas de cuidado e atenção. Nem todos aderem, mas é responsabilidade do poder público a oferta do serviço. Nos últimos dias, a procura aumentou e a lotação tem sido completa”, afirma a diretora técnica da Fasc, Vera Ponzio.

Saúde

Para manter a saúde do organismo nesta época do ano, o pneumologista da SMS (Secretaria Municipal de Saúde), João Antônio Bonfadini Lima, explica que é importante reforçar a imunidade com uma alimentação saudável, rica em frutas e verduras, além de hidratação adequada, com água e sucos.

O médico também destaca a importância de prevenir o contato com os diversos tipos de vírus. “Na prevenção, a medida mais impactante é reduzir o contato, evitando ambientes fechados, com grande número de pessoas, como centros comerciais, emergências hospitalares e festas, por exemplo. O ideal é manter a casa ventilada e fazer passeios ao ar livre”, avalia Lima.

No caso de gripe, uma medida simples e eficaz de prevenção é lavar as mãos com água e sabonete várias vezes ao dia, evitando o contato com olhos, boca e nariz quando não estiverem higienizadas, já que o vírus pode permanecer por pelo menos 30 minutos na pele. Ao espirrar ou tossir, a orientação é proteger a boca, para não espalhar o vírus. O uso de álcool gel também é indicado. Outra dica é sair de casa bem agasalhado, evitando mudanças bruscas de temperatura, como a troca de ambientes muito aquecidos direto para a rua.

Em quadros com febre acima de 38,5, tosse, dor de cabeça e indisposição, o indicado é procurar atendimento médico. A rede municipal de Porto Alegre disponibiliza 140 unidades de saúde, mas é importante procurar o local de referência, conforme o endereço de moradia do usuário. O atendimento é gratuito, pelo SUS (Sistema Único de Saúde), inclusive com acesso a medicamentos, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A Capital conta ainda com três unidades de saúde em turno estendido, das 18h às 22h: Centro de Saúde Modelo, US São Carlos e US Tristeza.

Para casos mais complexos, que não podem ser resolvidos nas unidades de saúde, a SMS mantém os prontos atendimentos e hospitais do município abertos 24 horas, além dos demais hospitais da cidade que atendem pelo SUS: PA Cruzeiro do Sul, no bairro Medianeira, PA Bom Jesus, no bairro Bom Jesus, PA Lomba do Pinheiro, no bairro Lomba do Pinheiro, e UPA Zona Norte Moacyr Scliar, no bairro Cristo Redentor.

Os locais para buscar abrigo são: o Albergue Municipal, na rua Comendador Azevedo, 270, bairro Floresta, com 150 vagas; o Albergue Felipe Diehl, na Praça Navegantes, 41, bairro Navegantes, com 205 vagas; e o Albergue Dias da Cruz, na av. Azenha, 366, bairro Azenha, com 90 vagas. Todos no horário das 19h às 7h.

Comentários