Reforma da previdência pode ter texto alternativo

Comissão avalia votar texto alternativo ao do governo
(Foto: Reprodução)

Grupo de deputados cogita elaborar um projeto substitutivo da reforma da Previdência. Descontentes com a articulação política do Palácio do Planalto, o texto alternativo ao do governo é uma proposta para blindar a pauta econômica e dar protagonismo maior à Câmara dos Deputados, segundo o presidente da comissão especial da reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PR-AM). O texto alternativo deve manter a “premissa” da equipe econômica, de economizar cerca de R$ 1 trilhão em dez anos.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, esteve nesta sexta-feira (17) na capital gaúcha para o 16º Seminário de Qualidade Sindirádio. Quando questionado sobre os cortes do novo governo, o ministro afirmou participar de uma gestão econômica, que pretende recuperar os serviços para a população, e garantiu que a Reforma da Previdência será aprovada em dois turnos na Câmara e no Senado, dentro do primeiro semestre. O ministro esclareceu que não se trata de uma reforma e sim de uma nova Previdência, que separa a assistência, pela primeira vez.

Comentários