Reprovação a deputados e senadores volta a subir e chega a 45%, aponta pesquisa

Os atuais congressistas não conseguiram, até agora, alterar o histórico cenário de descrédito popular. De acordo com pesquisa Datafolha realizada neste mês, 45% dos eleitores reprovam o trabalho de deputados federais e senadores – dez pontos percentuais a mais do que no levantamento feito no final de agosto.

Apenas 14% dos eleitores aprovam o trabalho dos parlamentares, uma oscilação negativa de dois pontos percentuais em relação último levantamento. Outros 38% consideram regular a atuação dos congressistas. Três por cento dos eleitores não souberam responder.

Os números do instituto mostram uma piora no quadro no decorrer deste primeiro ano da nova legislatura. No final de 2018, a onda de renovação que elegeu o presidente Jair Bolsonaro levou a população brasileira a demonstrar expectativa otimista: 56% dos entrevistados diziam acreditar que os novos congressistas teriam um desempenho ótimo ou bom, número superior ao verificado antes das duas legislaturas anteriores (49% e 40%).

O Datafolha ouviu 2.948 pessoas em todo o Brasil. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%.

Comentários