Reprovação de Bolsonaro sobe para 38%, de acordo com Datafolha

(Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Pesquisa Datafolha realizada na quinta (29) e na sexta-feira (30) com 2.878 pessoas mostra novos percentuais de avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro. A reprovação de Bolsonaro, se comparada com a última pesquisa, subiu de 33% para 38%. O levantamento foi feito em 175 cidades brasileiras e tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Confira números da pesquisa

Ótimo/bom: 29%
Regular: 30%
Ruim/péssimo: 38%
Não sabe/não respondeu: 2%

Em julho e abril, quando foram realizadas as pesquisas anteriores, os índices foram:

Ótimo/bom: 33%, em julho; 32%, em abril
Regular: 31%, em julho; 33%, em abril
Ruim/péssimo: 33%, em julho; 30%, em abril
Não sabe/não respondeu: 2%, em julho; 4%, em abril

O Datafolha também perguntou se Bolsonaro fez mais, menos ou o que deveria pelo país. Os resultados foram os seguintes:

Fez pelo país mais do que esperava: 11% (eram 12% em julho e 13% em abril)
Fez pelo país o que esperava que ele fizesse: 21% (eram 22% em julho e 22% em abril)
Fez pelo país menos do que esperava: 62% (eram 61% em julho e 61% em abril)

Em relação à expectativa com o futuro do governo, 45% esperam que Bolsonaro faça uma gestão ótima ou boa. Em julho, eram 51%, e em abril, 59%. Outros 32% acreditam que o presidente fará uma administração ruim ou péssima, contra 24% em julho, e 23% em abril.

Outros governos

Aos oito meses de mandato, os percentuais de ruim e péssimo de outros presidentes foram os seguintes:

FHC (1995): 15%
Lula (2003): 10%
Dilma (2011): 11%
Bolsonaro (2019): 38%

Comentários