Rodoviários protestam contra projeto que pode retirar os cobradores dos ônibus de Porto Alegre

(Foto: Reprodução/PMPA)

Rodoviários realizaram, na manhã desta quarta-feira (13), um protesto no Centro de Porto Alegre contra o projeto da prefeitura que pode retirar os cobradores dos ônibus em alguns horários na Capital.

O ato, organizado pelo Stetpoa (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte), começou no entorno da rodoviária. Depois, os trabalhadores fizeram uma caminhada pela avenida Mauá até as imediações do Camelódromo. Houve congestionamento no trânsito na região.

Segundo o sindicato, por enquanto ainda não está programada uma paralisação da categoria, que acompanha a tramitação do projeto na Câmara de Vereadores. Conforme os trabalhadores, se aprovada, a proposta causará demissões e aumento do desemprego.

Na sua justificativa ao projeto, o prefeito Nelson Marchezan Júnior afirma que a legislação proposta pretende possibilitar que a operação do transporte coletivo por ônibus migre, gradativamente, para um modelo em que a cobrança da tarifa seja efetuada por meio de novas tecnologias de pagamento, que possibilitem ao usuário interagir diretamente com equipamentos de controle embarcados.

“As medidas pretendidas e apresentadas no projeto de lei visam, portanto, qualificar o transporte coletivo porto-alegrense na medida em que resultarão em mais segurança para usuários e funcionários, uma vez que implicarão na redução da circulação de valores em espécie dentro dos veículos, bem como contribuirão na modicidade tarifária do serviço, uma vez que implicarão na diminuição dos custos da atividade”, diz o prefeito.

Comentários