Secretaria da Saúde prevê uso de leitos de UTI de hospitais privados durante a pandemia

Hospitais privados do Rio Grande do Sul poderão disponibilizar leitos de UTI Adulto para a internação, pelo SUS (Sistema Único de Saúde), de pacientes com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), suspeitos ou confirmados da Covid-19. O edital de chamamento aos estabelecimentos hospitalares foi publicado em edição extra do Diário Oficial de sexta-feira (8).

O governador Eduardo Leite informou, em transmissão ao vivo pela internet nesta sexta-feira, que os hospitais contratados receberão o valor de R$ 1,6 mil por diária utilizada. “Estamos ampliando a capacidade de atendimento pelo SUS, colocando leitos da rede privada à disposição da rede pública. As instituições credenciadas vão prestar serviços conforme a demanda e por solicitação da nossa Central de Regulação Hospitalar”, detalhou.

“Temos que nos antecipar às necessidades que porventura tenhamos com relação a leitos de UTI, e esse edital possibilita que a rede privada complemente o atendimento a pacientes da Covid-19, conforme prevê a legislação”, explicou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

“Estamos fazendo esse chamamento a todos os hospitais do Estado, que tenham leitos disponíveis e que tenham interesse, para que venham se somar a esse plano de enfrentamento à Covid-19”, acrescentou a secretária.

O edital estará vigente pelo período que durar a situação de calamidade pública decorrente da pandemia de coronavírus. O hospital que tiver interesse em disponibilizar seu leitos será credenciado e assinará um contrato com a SES (Secretaria da Saúde).

Comentários