Senado aprova texto-base da Reforma da Previdência em 1º turno


(Foto: Reprodução/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A votação em primeiro turno da reforma da Previdência no Senado Federal foi concluída nesta quarta-feira (2). De acordo com informações do Senado, a votação em segundo turno pode sofrer atraso, já que os senadores querem contrapartidas do Palácio do Planalto para aprovar o parecer. Por se tratar de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), a mudança nas regras da aposentadoria precisa de mais uma votação no plenário para ser promulgada e começar a valer.

A votação teve 59 votos favoráveis e 19 contra. O saldo é apertado para a votação no segundo turno. Nesta tarde, durante análise e votação, foram rejeitados três destaques que estavam em análise: sobre idade mínima para aposentadoria das mulheres, sobre pensão por morte e sobre idade mínima para aposentadoria especial. Outros três destaques foram retirados pelos partidos que os apresentaram, portanto não foram votados.

Nesta versão aprovada pelo Senado, a estimativa de corte de gastos previdenciários em dez anos caiu para R$ 800 bilhões. A versão original, enviada pelo governo, previa a redução de cerca de R$ 1,2 trilhão.

Comentários