Senador Fernando Collor é alvo de operação da Polícia Federal

Mandado de busca e apreensão foi cumprido em endereço ligado ao ex-presidente da República em São Paulo. (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

A PF (Polícia Federal) cumpriu, nesta quarta-feira (21), um mandado de busca e apreensão em um endereço ligado ao senador e ex-presidente da República Fernando Collor (PROS-AL) em São Paulo.

As buscas fazem parte da Operação Quinto Ato, que investiga um esquema que envolvia o pagamento de propina para a liberação de licenças ambientais no Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) no Paraná.

Cerca de 50 policiais participaram da operação, autorizada pelo ministro Edson Facchin, do STF (Supremo Tribunal Federal). Foram expedidos 12 mandados de busca e apreensão em endereços vinculados aos investigados e também foi determinado o bloqueio de valores financeiros. Além de São Paulo, também foram cumpridos mandados em Curitiba e Pontal do Paraná, no Paraná; e em Gaspar, em Santa Catarina.

Os crimes teriam ocorrido entre 2014 e 2015, quando vantagens indevidas teriam sido pagas para a liberação de uma licença ambiental para a instalação de um porto no Paraná.

A ação desta quarta é um desdobramento da Operação Politeia, deflagrada em 2015, no âmbito da Lava-Jato, quando carros de luxo de Collor foram apreendidos.

Comentários