Subiu para 28 o número de cidades gaúchas prejudicadas por temporal, de acordo com a Defesa Civil

Subiu para 28 o número de municípios do Rio Grande do Sul atingidos pelo forte temporal que causou destruição e mortes no Estado desde o último domingo (10). Apesar da trégua das chuvas, o número de residências afetadas também aumentou, passando de 2.630 para 2.917. Os dados foram atualizados nesta quarta-feira (13) pela Defesa Civil estadual que continua atendendo e contabilizando os prejuízos.

O subchefe do órgão, coronel Jarbas Ávila, explicou que os ventos e as chuvas de granizo, comuns nos invernos gaúchos, superaram em intensidade as previsões meteorológicas e, pela primeira vez, causaram duas mortes, registradas nos municípios de Sarandi e Ciríaco. “Lançamos alertas e avisamos as pessoas. Não podemos dizer que não seguiram o recomendado. Nesses casos, a orientação básica é para que todos fiquem em casa ou em locais protegidos e as mortes foram por desabamento. A velocidade do vento foi superior às previsões”, disse, destacando que as casas destruídas, total ou parcialmente, eram de alvenaria.

Santa Bárbara e Giruá registraram a maior quantidade de casas afetadas, 600 em cada município. Santa Bárbara também concentra o maior número de desabrigados (9) e desalojados (11) do Estado. No total, 29 famílias foram obrigadas a abandonar temporária ou definitivamente suas casas.

“A Defesa Civil se organizou ainda na segunda-feira para atender imediatamente a todos os municípios, com fornecimento de lonas e cestas básicas. Mesmo com os alertas antes dos eventos, segue o monitoramento em decorrência de queda nas temperaturas nos próximos dias”, informou o governador José Ivo Sartori. O governador também prestou solidariedade aos atingidos e aos familiares das vítimas fatais.

Queda severa de temperatura

Com o fim das chuvas e a ausência de previsões de novos temporais, pelo menos, até a próxima semana, a Defesa Civil se prepara para outra situação de alerta: a queda abrupta da temperatura. Enquanto na última segunda-feira (11) os termômetros marcavam 28ºC, nesta quarta a marca atingiu os 5ºC. “É uma queda muito severa de temperatura e estamos priorizando, neste momento, as doações de agasalhos para repassar para as famílias que perderam tudo ou quase tudo. São poucos os desalojados e os desabrigados, mas quem está nessa situação têm a necessidade dessa ajuda”, explicou o coronel.

Qualquer cidadão que queira contribuir pode procurar um centro da Defesa Civil no Estado. Em Porto Alegre, as doações também estão sendo recebidas em mercados e quartéis da Polícia Militar e dos bombeiros. No interior do Estado, as pessoas podem receber orientações pela central 199 (Defesa Civil), que funciona 24 horas.

Municípios com decreto de situação de emergência:

Pontão e Giruá.

Tabela de danos:
Município
Regional
Dano
01
Água Santa
Passo Fundo
Atingidos: 50
residências
14 desalojados/ 2 feridos
02
Araricá
Metropolitana
Atingidos: 75
residências /
1 escola/ 1 ginásio / 1 família desalojada
03
Bento Gonçalves
Caxias do Sul
Atingidos: 80 residências/2 escolas / queda de árvores / falta de energia elétrica/
04
Canela
Caxias do Sul
Atingidos: 12 residências
05
Caraá
Metropolitana
Atingidos: 1 ginásio
06
Caxias do Sul
Caxias do Sul
Queda de árvores
07
Ciríaco
Passo Fundo
1 óbito
Atingidos: 100
residências / 15 desalojados
08
Coxilha
Passo Fundo
Atingidos: 50 residências/ 30 desalojados
09
Dois irmãos
Metropolitana
Atingidos: estrutura da feira municipal
10
Dois Irmãos das Missões
 Frederico Westphalen
Atingidos: 80 residências / 05 famílias desalojadas/ queda de energia elétrica
11
Faxinalzinho
Frederico Westphalen
 02 feridos/ 10 aviários
12
Giruá
Santo Ângelo
Atingidos: 600 residências
13
Guaporé
Lajeado
Atingidos: 6 residências
14
Ibarama
Santa Maria
Atingidos: 12 residências
15
Igrejinha
Metropolitana
Atingidos: 09 residências / 1 escola
16
Itati
Metropolitana
Atingidos: 02 residências
17
Marau
Passo Fundo
Atingidos: 10 residências
18
Porto Xavier
Santo Angelo
Atingidos: em torno de 500 residências / 10 famílias desalojadas
19
Pontão
Passo Fundo
 Atingidos: 72 residências/ 40 desalojados
20
 Redentora
Frederico Westphalen
 Atingidos: 70 residências / 02 famílias desalojadas
21
Salvador do Sul
Caxias do Sul
Atingidos: 100 residências / 1 família desalojada / danos na prefeitura/ creche/ escola / ginásio
22
Sapiranga
Metropolitana
Atingidos: 6 residências
23
Santa Bárbara
Frederico Westphalen
Atingidos: 600 residências/ 11 famílias desalojadas/ 9 desabrigadas
24
Santa Rosa
Santo Ângelo
Atingidos: 48
Residências
25
São Francisco de Paula
 Caxias do Sul
Atingidos: 20 residências
26
Sarandi
Frederico Westphalen
1 óbito/ 05 feridos/ 100 postes caídos
27
Tupanciretã
Santa Maria
Atingidos: 400 residências
28
 Vila Langaro
Passo Fundo
Atingidos: 15 residências / 13 desalojados/ 10 Aviários

Comentários