Supremo destina ao Ministério da Saúde dinheiro da Petrobras recuperado pela Operação Lava-Jato

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou neste domingo (22) que o dinheiro da Petrobras recuperado pela Operação Lava-Jato seja destinado ao Ministério da Educação para combater a pandemia do novo coronavírus.

Com a decisão, a pasta vai contar com mais R$ 1,6 bilhão para as ações de combate à Covid-19. Inicialmente, essa quantia seria destinada à educação. A decisão de Moraes atendeu a um pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República).

O chamado Fundo da Petrobras reserva recursos que devem ser aplicados no País como reparação por fraudes na estatal.

Comentários