Suspeito da morte de cunhada é preso em pousada em Cruz Alta

Evandro Ferreira, de 42 anos, suspeito de matar a cunhada Elaine Silva da Silva, foi preso na tarde deste sábado (15), em uma pousada, em Cruz Alta, no Noroeste do Estado. Ferreira se registrou no estabelecimento usando nome falso, segundo a Polícia Civil.

“Ele chegou ao estabelecimento por volta das 5h de sexta-feira (14) e se registrou como Evandro Ferraz. Por meio de um denúncia anônima agentes da Polícia Civil e da Brigada Militar foram hoje (sábado) até o local, por volta das 13h40min. Os policiais encontraram os documentos verdadeiros e o suspeito embriagado”, relatou o delegado Rafael Santos, de Cruz Alta.

Evandro Ferreira foi autuado em flagrante por falsidade ideológica e resistência à prisão. Embora o delegado Leonel Baldasso, da 1ª DP (Delegacia de Polícia) de Cachoeirinha, responsável pela investigação tenha pedido a prisão preventiva do suspeito por feminicídio nessa sexta, Santos ressalta que o documento ainda não foi expedido pela Justiça.

O homem estava sendo procurado desde a quinta-feira (13), quando o corpo de Elaine, de 52 anos, foi encontrado. O cadáver estava ao lado do carro usado por ele – no dia do crime – em Morungava, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Caso

A Polícia Civil vinha investigando desaparecimento de um homem e uma mulher em Cachoeirinha. Ambos foram vistos pela última vez na manhã de terça-feira (11) quando se dirigiam para a revenda onde ela trabalhava.

Conforme familiares, Elaine Silva da Silva e o cunhado Evandro Ferreira moravam em residências no mesmo terreno, no bairro Parque da Matriz. O homem dava carona diariamente para a cunhada até o trabalho dela e, depois, seguia para um curso profissionalizante.

 

Comentários