Telefônicas lideram o ranking das empresas mais reclamadas

Em relação a outubro as reclamações contra as telefônicas decresceram 2,18%. (Foto: Betina Carcuchinski/PMPA)

Durante o mês de novembro, apesar de observada redução no número de reclamações contra as telefônicas em comparação a outubro, o segmento continua líder nas queixas registradas no Procon Porto Alegre no período. Em comparação com outubro as reclamações contra as telefônicas decresceram 2,18%, contabilizando 20,58% do total de 1.745 atendimentos registradas no órgão no período. Confira o ranking clicando aqui.

Em segundo lugar na listagem aparecem os bancos responsáveis por 5,38% das reclamações do mês. Os estabelecimentos bancários mais reclamados foram Caixa Federal (1,89%), Bradesco (1,43%), Banrisul (1,20%) e Santander (0,86%).

Em terceiro lugar aparece o segmento de TV por assinatura que computou 5,15% das queixas do período. As empresas mais reclamadas foram a NET (3,83%) e a SKY (1,32%). Na quarta colocação está o comércio varejista responsável por 4,87% das reclamações do mês.

As lojas mais reclamadas foram Ponto Frio (1,95%), Americanas (1,66%) e Magazine Luiza (1,26%).

Telefonia

Mais uma vez, a Vivo lidera o ranking das empresas mais reclamadas, concentrando 10,14% do total de atendimentos realizados pelo Procon municipal em novembro. Em segundo lugar está a operadora Oi com 4,36% das queixas. Em terceira colocação aparece a TIM com 3,44%. Logo após está a Claro com 2,64% das queixas.

Atendimento

O porto-alegrense pode registrar suas reclamações pela internet, utilizando o site www.proconpoa.rs.gov.br ou acessando gratuitamente o Procon App no aparelho celular, disponível para sistema Android e IOS.

A sede do Procon Porto Alegre fica na rua dos Andradas 686, e funciona das 10h às 16h, quando são distribuídas 70 fichas de atendimento por dia.

Comentários

832 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.