Tribunal de Justiça do RS lança campanha incentivando adoções especiais de crianças e adolescentes

Paulo Sérgio Pinto e a juíza Andrea Rezende Russo, titular da Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude do RS.

O Tribunal de Justiça do RS lança no próximo dia 14 a campanha Deixa o amor te surpreender. O objetivo é incentivar adoções de difícil colocação, ou seja, crianças com idade mais elevada ou portadoras de deficiências e até mesmo adolescentes que precisam ser abrigados em um lar, com afeto e dedicação. Segundo a juíza Andréa Rezende Russo, titular da Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude do RS, existem hoje cerca de 600 crianças neste cadastro que não conseguiram ainda ser adotadas. No Estado chegam a aproximadamente 5 mil pretendentes para adotar uma criança, mas  preferem o perfil clássico, ou seja, recém nascidos e saudáveis.

A campanha visa contribuir para uma cultura de aceitação e flexibilidade no perfil das crianças a serem adotadas. Para tanto, contará em um vídeo institucional casos de pessoas que narram suas histórias e experiências bem sucedidas, agregadas a depoimentos de personalidades que apadrinharam a campanha. A própria dupla Gre-Nal vai exibir o vídeo nos intervalos dos jogos. A campanha não tem data para encerrar, pois  a meta é conscientizar a população quanto a estas adoções especiais.

“O poder judiciário quer fazer mais, dar mais estrutura para as coisas andarem mais rápido, sem burocracias, oferecendo inclusive acompanhamento psíquico e social para as famílias interessadas nestes casos de adoção”, atesta a juíza, que esteve visitando a Rede Pampa, tendo sido recepcionada pelo vice-presidente da empresa, Paulo Sérgio Pinto. Na ocasião, ela ofertou ao  vice-presidente uma caixinha de madeira feita por meninos e meninas atendidos pela Fundação Pão dos Pobres, entre eles os acolhidos à espera de uma família. A caixinha traz o desenho de um coração, com uma criança desenhada em seu interior.

Comentários

Comentários

39 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.