UFRGS aprova vestibular com provas em menos dias e redução do número de questões em 2021

As principais mudanças dizem respeito ao número de dias de provas. (Foto: Ramon Moser/Arquivo/UFRGS)

Na última reunião do Cepe (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão) da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), foram aprovadas alterações na Resolução 46/2009, que trata da aplicação do Concurso Vestibular 2021.

As principais mudanças dizem respeito ao número de dias de provas, que será reduzido de no mínimo quatro para no mínimo dois dias, e ao número de questões das provas objetivas, que será diminuído de 25 para 15 em cada, garantindo as condições sanitárias na realização das mesmas.

Tais alterações, propostas pela Proens (Pró-Reitoria de Ensino) e pela Coperse (Comissão Permanente de Seleção) e analisadas pelos conselheiros, serão válidas apenas para a edição 2021 e ocorrem por causa das limitações impostas pela pandemia do novo coronavírus.

Continua sendo garantido o atendimento especial por motivos de liberdade de consciência e de crença, bem como a possibilidade de solicitação de uma hora adicional para casos específicos.

Na aplicação das provas serão seguidas as normas e os protocolos estabelecidos pelo Comitê Responsável pelo Plano de Contingenciamento Frente ao Risco de Disseminação do Novo Coronavírus e pelas autoridades sanitárias dos municípios de aplicação.

Propostas do Cepe

Além das alterações na Resolução, o relato sobre o Vestibular no Cepe indica a proposta de duração de cada dia prova em 5h30 e que os locais de prova deverão ter ocupação máxima de 50% da capacidade original.

Além disso, há o indicativo da ordem de aplicação das provas do Concurso Vestibular 2021: Primeiro dia: Língua Portuguesa, Literatura em Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, História e Matemática.

Segundo dia: Redação, Física, Biologia, Química e Geografia. As definições dessas indicações, bem como as datas e o edital do Concurso Vestibular 2021, serão apresentadas posteriormente pela Comissão Permanente de Seleção. A data de aplicação, que faz parte do calendário escolar, deverá ser, igualmente, aprovada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Comentários