Vendas totais no varejo registra alta de 4% em fevereiro, aponta Indicador de Varejo Mastercard

O momento segue positivo para as vendas do varejo, segundo o SpendingPulse, Indicador de Varejo da Mastercard. Fevereiro registrou crescimento e apresentou um aumento de 4% nas vendas totais, excluindo as vendas de automóveis e materiais de construção, quando comparado ao mesmo período de 2017.

O e-commerce segue com expansão considerável desde o ano passado, e em fevereiro registrou 19,1%, quando comparado ao mesmo período de 2017. No varejo online, os setores de eletrônicos e móveis apresentaram desempenho superior à média do canal de distribuição, enquanto os artigos farmacêuticos, vestuários e, pela primeira vez, o hobby & livraria ficaram abaixo do crescimento.

Em fevereiro, apenas os setores de combustíveis e food service tiveram desempenho abaixo da expectativa. Supermercado, material de construção, artigos farmacêuticos, móveis e eletrodomésticos, vestuários e artigos de uso pessoal e doméstico, seguiram em crescimento acima da média.

Segundo o, Economista-Chefe da Mastercard Advisors no Brasil, César Fukushima o mercado de varejo aquecido é reflexo da melhora da economia com a redução das taxas de juros e o crescimento do crédito à pessoa física, além da perspectiva de melhora da taxa de desemprego. “Mesmo com as incertezas da economia atual, o setor tem conquistado cada vez mais a confiança dos consumidores e o otimismo dos varejistas”, salienta.

Desempenho nas regiões brasileiras em janeiro de 2018: A região Sul (6,2%) teve desempenho acima da média, enquanto Norte (2%), Nordeste (3,2%), Sudeste (2,1%) e Centro‑Oeste (‑3,6%) ficaram abaixo do registrado pelo varejo, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Comentários