Violência no trânsito de Porto Alegre tem nova redução

Número de acidentes caiu de 17.861 para 11.220 nos dez primeiros meses. (Foto: Faby Vargas/PMPA)

A redução da violência no trânsito da Capital registrou nova queda. De acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (4), pela Coordenação de Informações de Trânsito da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), os dez primeiros meses deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, apresentaram uma diminuição de 12% em vítimas fatais (de 85 para 74); menos 16% em feridos (de 5.910 para 4.940) e menos 37% em acidentes (17.861 a 11.220). Houve, também, redução (38%) de mortes com motociclistas (34 a 21); menos 5% em mortes por atropelamentos (35 a 33).

Na comparação entre outubro deste ano com outubro de 2015 houve redução da acidentalidade: menos 29% em acidentes (1.385 a 971); menos 32% em feridos (596 a 401); menos 37% em vítimas fatais (de oito para cinco); menos 50% em vítimas fatais com motos (de duas para uma). Aumentou em 33% o número de mortes por atropelamentos (de três para quatro).

O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, comemorou a continuidade na redução da violência na circulação da cidade. “Nossa principal missão na gestão da EPTC, junto com a comunidade, é buscar sempre um trânsito mais seguro para todos. Esta meta acontece com ações permanentes de fiscalização, educação e engenharia de tráfego, atividades que continuaremos realizando até o final deste ano. De acordo com os números, a realidade de um trânsito mais seguro, mesmo com o aumento considerável da frota de veículos, é uma vitória de todos, Poder Público e sociedade em geral.”

Comentários

Comentários

828 Comentários