Quarta-feira, 17 de Abril de 2024

Home Variedades Acusado de assédio por 8 mulheres, Marcius Melhem se pronuncia sobre reviravolta no caso

Compartilhe esta notícia:

O ator e ex-diretor de humor da Globo Marcius Melhem afirmou, em entrevista ao programa Domingo espetacular, da TV Record, que as acusações de assédio sexual e moral feitas contra ele por 8 mulheres se tratam de uma “junção de vinganças”.

Marcius Melhem foi acusado de assédio sexual e moral por oito mulheres que eram subordinadas dele, incluindo a atriz Dani Calabresa. O ator, no entanto, afirma que, diferente do que está nos autos do processo, as oito mulheres se conheciam.

“É óbvio que essas mulheres se conheciam. Eram do mesmo núcleo… Vamos falar em tese: eu e você trabalhamos juntos e queremos denunciar o chefe. Nós falamos no WhatsApp durante um ano. Nós combinamos versões. Elas (queriam) estabelecer um padrão sobre mim. Ficou claro que elas tinham combinação”, disse Melhem.

“Conheço (as 8 mulheres). Elas trabalhavam comigo. Não tenha dúvida (de que elas se beneficiariam com as denúncias)… o que posso dizer é que é uma junção de vinganças”, continuou.

Segundo Marcius, Dani Calabresa o acusou por ter sido contrariada profissionalmente. “Foi contrariada no (programa) Fora de hora, quando eu queria que ela apresentasse ao lado do Paulo Vieira, mas ela queria fazer com um amigo, o Bento Ribeiro”, afirmou.

O ex-diretor disse, ainda, que diálogos retirados de um aplicativo de mensagem mostrariam que ele e Dani eram próximos.

“Dani, em nenhum momento, estava agindo como uma pessoa que estava reagindo para sair de uma saia justa. Ela buscava uma proximidade. Me chamava para viajar. Não era uma relação de chefe”, contou.

Melhem contou que cinco das oito mulheres que o acusam prestaram solidariedade em dezembro de 2019, data da primeira acusação pública de Dani Calabresa em um jornal, mas depois passaram a acusá-lo.

Segundo ele, uma dessas mulheres teria se revoltado porque estava apaixonada e não foi correspondida, enquanto outra mulher, casada, disse que Melhem a assediava quando descobriram que ele, na verdade, era seu amante.

Na reportagem, Melhem apresentou uma nova testemunha do caso, uma amiga de Dani. De acordo com o ator, ela não teria sido chamada por Calabresa, pois a atriz queria escondê-la porque os três se relacionaram na festa que teria motivado a denúncia de abuso sexual.

Marcius afirmou ter se encontrado com a testemunha um mês após a festa: “Como ela voltaria a me encontrar se assediei a melhor amiga dela?”

“Tudo o que aconteceu na festa foi consensual. Nos relacionamos nessa festa, eu, Dani e uma amiga de Dani (trocamos) beijos e saímos felizes. Continuamos nos falando no dia seguinte, semana seguinte, meses seguintes”, afirmou.

O ator acredita que as mensagens de texto e a nova testemunha enfraquecem a narrativa de Calabresa e as outras sete mulheres que o acusam.

O outro lado

Os advogados de acusação apontam que os depoimentos públicos de Melhem são uma estratégia comum de defesa: “As denúncias são respaldadas por depoimentos e provas sólidas. Intimidar as vítimas e tentar desqualificá-las é, infelizmente, uma estratégia comum de acusados de assédio”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Rinite, sensibilidade a picadas de insetos? Conheça as vacinas personalizadas
Ciência investiga os benefícios e cuidados com o jejum intermitente
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias