Quarta-feira, 29 de Junho de 2022

Home Você viu? As profissões em alta para 2022, segundo o LinkedIn

Compartilhe esta notícia:

Quais são as profissões em alta para 2022? Para chegar a uma resposta a essa
pergunta, a equipe do LinkedIn avaliou os empregos que mais cresceram nos últimos quatro anos e meio.

O levantamento levou em consideração dados da rede social para identificar os cargos que tiveram maior demanda entre janeiro de 2017 e julho de 2021 e, com base nisso, identificar tendências do futuro do trabalho.

A avaliação mostra que as áreas da tecnologia devem ser as principais responsáveis por movimentar as oportunidades no mercado de trabalho brasileiro neste ano. Veja, a seguir, as 25 profissões em alta para em 2022:

— Recrutador(a) especializado(a) em tecnologia;

— Engenheiro(a) de confiabilidade de sites;

— Engenheiro(a) de dados;

— Especialista em cibersegurança;

— Representante de desenvolvimento de negócios;

— Gestor(a) de tráfego;

— Engenheiro(a) de machine learning;

— Pesquisador(a) em experiência do usuário;

— Cientista de dados;

— Analista de desenvolvimento de sistemas;

— Engenheiro(a) de robótica;

— Desenvolvedor(a) Back-end;

— Gerente de engajamento;

— Gerente de equipe de produto;

— Engenheiro(a) de QA (Quality Assurance);

— Consultor(a) de gestão de dados;

— Líder de experiência do cliente;

— Analista de design;

— Analista de soluções;

— Analista de gestão de riscos;

— Consultor(a) de design de produto;

— Coordenador(a) de vendas internas;

— Enfermeiro(a) intensivista;

— Designer de conteúdo;

— Instrutor(a) de Agile.

Aperfeiçoar a experiência dos usuários, os sistemas de análises de dados e
cibersegurança e garantir um ótimo funcionamento das redes sociais se tornaram prioridades para as empresas em um momento em que elas estão se adaptando aos escritórios híbridos e à digitalização das atividades, ressalta o LinkedIn. Por isso, engenheiros de software, cientistas de dados, especialistas em segurança cibernética e gestores de tráfego são alguns dos cargos que mais serão demandados em 2022, de acordo com o levantamento.

Com tantas oportunidades voltadas para TI e análise de dados, surge também a necessidade de recrutadores especializados em tecnologia, os chamados “tech recruiters”, o que explica o motivo deste cargo ocupar a primeira posição do ranking no Brasil.

Milton Beck, diretor geral do LinkedIn para América Latina, comentou, ao divulgar a lista, que essas profissões estão mudando a demanda por competências e direcionando o mercado de trabalho do futuro. “As habilidades comportamentais continuam sendo essenciais, mas estamos vendo uma procura maior por especialização nessas áreas. Vale dizer que este cenário está se replicando em diversos países e a necessidade das empresas por cargos de tecnologia aumenta ano após ano.

O México e a Espanha seguem o mesmo padrão do Brasil e apresentam um mercado promissor para os profissionais do setor. Em outros países, como os Estados Unidos, também vemos essas profissões, mas por já estarem mais consolidadas, observamos ainda outras ligadas à diversidade, sustentabilidade, biologia molecular e especializações em vacina, por  exemplo.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Você viu?

Vendedora processa o cantor Gusttavo Lima após ter número de seu telefone “vazado” em música
Atriz é condenada por calúnia, injúria e difamação contra Felipe Neto
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde