Terça-feira, 16 de Julho de 2024

Home Acontece Bagé é a primeira cidade do Brasil a ter três Escolas Cívico-Militares

Compartilhe esta notícia:

A cidade de Bagé, situada na Região da Campanha, irá inaugurar mais uma Escola Cívico-Militar no município. Com a nova abertura de ensino, Bagé se torna a única cidade no território brasileiro com três escolas nesse modelo.

A terceira instituição de ensino Cívico-Militar será aplicada na Escola Municipal de Educação Fundamental Antenor Gonçalves Pereira. A criação das escolas é uma iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa e as Prefeituras Municipais.

“Para nós é um motivo de orgulho, porque o resultado na qualidade da educação dessas escolas é surpreendente. A evasão nessas escolas é de 0%, isso é um diferencial e um indício, pois se nenhum aluno desistiu é porque é uma escola muito boa mesmo”, afirmou a secretária de Educação de Bagé, Adriana Lara.

No ano passado, Bagé foi um dos 43 municípios que recebeu do MEC o certificado de qualidade na educação. “Hoje, nós temos orgulho da educação de Bagé, não só pelos 11 ônibus novos que conquistamos com o Governo Federal, pelas 34 escolas reformadas e 4 escolas novas entregues à comunidade, mas pela qualidade da nossa educação. Queremos que nosso aluno da rede pública tenha a mesma qualidade na educação que o aluno que sai das escolas privadas”, declarou a secretária.

A Escola Cívico-Militar Dr. Antenor Gonçalves Pereira foi anunciada em janeiro de 2022 como a terceira Cívico-Militar de Bagé, atendendo alunos de todas as regiões da cidade. “A Escola Cívico-Militar é uma realidade e ela vem para melhorar a qualidade na educação, para buscar esse aluno e trabalhar valores importantes para a vida, como disciplina, hierarquia, amor à pátria, responsabilidade, valores esses importantes para a nossa vida, como cooperação e solidariedade”, destacou Adriana.

A primeira escola-cívico militar em Bagé foi inaugurada em 2020 pelo presidente Jair Bolsonaro. E, daqui aproximadamente 90 dias, a terceira unidade deverá estar no padrão do modelo para começar a operar.

“Agora, nós passamos por um processo de transformação, adaptação da legislação, dos alunos, dos pais e da comunidade escolar, porque as nossas Escolas Cívico-Militares de Bagé são uma construção com a comunidade. As Escolas Cívico-Militares são um legado para a educação brasileira, vão impactar uma nova geração que vai ser mais responsável, reflexiva, comprometida, e, sobretudo, com respeito à sua pátria, às pessoas, aos professores e aos pais. E, quando nós trabalhamos em uma perspectiva de desenvolver valores nas pessoas e nos jovens, nós estamos trabalhando para ter uma sociedade mais igualitária, mais justa e mais solidaria”, finalizou Adriana Lara.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Clube de livros lança um best seller por mês e já imprimiu mais de 3 milhões de cópias
Satis fará investimento de R$ 4 milhões em plano de relacionamento com o mercado
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa