Sábado, 21 de Maio de 2022

Home Política Bolsonaro diz que o cidadão legalmente armado “nunca será escravizado por nenhum ditador de plantão”

Compartilhe esta notícia:

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, neste domingo (20), que o “cidadão legalmente armado, no campo ou cidade, além de segurança para si e sua família, é a certeza que nunca será escravizado por nenhum ditador de plantão”.

“Desde quando assumi, em janeiro de 2019, o número de mortes por arma de fogo despencou no Brasil. Em 2021, tivemos as menores taxas de homicídio dos últimos 26 anos”, escreveu Bolsonaro nas redes sociais. “Estamos no caminho certo”, declarou.

O presidente criticou uma matéria do jornal O Globo sobre o envolvimento de CACs (Caçadores, Atiradores e Colecionadores) com o crime organizado no País. “Segundo o jornal O Globo, 25 CACs estariam envolvidos com grupos de extermínios e facções do tráfico. No Brasil, são 600.000 CACs, logo, 25 representam 0,00083% de todos que compram legalmente suas armas, quase zero”, afirmou Bolsonaro.

Carnes

Na sexta-feira (18), Bolsonaro disse que o preço da carne era mais barato durante os governos de Lula (PT) – seu principal adversário nas eleições presidenciais deste ano – porque não havia pandemia de coronavírus.

“Ah, no tempo do Lula, você comprava carne mais barata. Comprava sim, só que ele não enfrentou uma pandemia, não enfrentou endividamento de R$ 700 bilhões. Não enfrentou uma situação de emprego terrível no Brasil, pelo menos 40 milhões de pessoas viviam na informalidade. Não tinham carteira assinada”, declarou o presidente.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

100% presenciais, aulas na rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul começam nesta segunda-feira
“A Lava-Jato buscou acabar com o privilégio de roubar e não ser punido”, afirma Sérgio Moro
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News